top of page
  • Foto do escritorPsicólogo Flávio Torrecillas

A Complexidade das Dinâmicas Narcisistas e a Manipulação Sexual:

As dinâmicas de relacionamento com uma pessoa narcisista é profundamente complexas e muitas vezes envolvem aspectos sexuais que merecem ser explorados com sensibilidade e compreensão.


É importante ressaltar que nem todos os narcisistas agem da mesma maneira, e generalizações excessivamente negativas podem obscurecer nossa compreensão do assunto.


Vamos analisar algumas dessas dinâmicas com mais detalhes.


  • Narcisismo e a Manipulação Sexual:

O narcisismo é um transtorno de personalidade caracterizado por uma necessidade obsessiva de admiração, falta de empatia e um senso inflado de autoimportância. Em alguns casos, a busca de satisfação sexual do narcisista pode levar a manipulações e pressões sobre o parceiro, independentemente de gênero ou orientação sexual.


  • As Vítimas do Status:

Os narcisistas frequentemente buscam parceiros que possam manter sua imagem de "homem de família íntegro" e satisfazer seus desejos sexuais. Muitas vezes, essas são pessoas empáticas, emocionalmente dependentes e com baixa autoestima. Os narcisistas podem usar sua influência sobre essas "Vítimas do Status" para atender a seus desejos e fantasias, independentemente da vontade delas.


  • Sexo Anal e Agressividade:

Uma das fixações relatadas em alguns casos de relacionamentos com narcisistas é a busca por sexo anal agressivo. Para o narcisista, esse ato não é apenas uma forma de prazer, mas uma maneira de exercer controle sobre a vítima, causando humilhação e subordinação.

Muitas vezes, a vítima se sente pressionada a realizar atos sexuais indesejados, o que pode causar angústia e dor.


Essa é uma das grandes fixações dos narcisistas só se satisfazem com sexo anal e/ou humilhando (sendo agressivo) com a vítima na hora da relação sexual. Para o narcisista, o sexo anal, não é apenas mais uma forma de dar e receber prazer, mas sim uma maneira de tomar “posse" da vítima, controlá-la e causar humilhação e subordinação, forçando-a a se submeter a dor e a algo que ela não quer fazer. A vítima, muitas vezes é obrigada a práticas sexuais indesejadas por ela, por pressão do narcisista.


O narcisista passa a exigir cada vez mais que o sexo anal seja feito todas as vezes, com mais força, sem qualquer preocupação com o prazer e o bem estar da vítima.


O narcisista somente está interessado nele mesmo, em satisfazer suas taras sexuais para se sentir imbatível. A vítima, numa relação com um narcisista, passa por cima dos princípios dela pois acredita que se não fizer o que o narcisista quer, ele irá abandoná-la até porque, muitas vezes, o narcisista fez questão de ameaçar, comparar e chantagear dizendo que todas as ex dele sempre fizeram absolutamente tudo para satisfazê-lo sexualmente e que o sexo anal era o básico (o normal).

A vítima entende que se ela não fizer o “básico” ela é incompetente como mulher pois não sabe dar prazer ao seu homem além do medo absurdo que é imediatamente instaurado para que ela ache que vai perder aquele ser “maravilhoso” e que nunca encontrará alguém igual a ele.

Quando a vítima sai do ciclo de abuso, ela passa a se dar conta de que estava praticamente sendo estuprada pelo narcisista pois, muitas vezes, mesmo pedindo para ele parar com a penetração por conta da dor e do desconforto, o narcisista continuava com o ato, machucando a vítima e dizendo que ela precisava relaxar e aproveitar pois, com o tempo, ela passaria a gostar e a sentir prazer.


A vítima só entende muito tempo depois que o narcisista não consegue ter relações sexuais “normais” pois ele sempre usa de outras vias para se satisfazer como a masturbação frequente, os vídeos pornôs, os medicamentos para impotência sexual, entre outros.

A vítima, dentro de um ciclo de abuso narcisista, acaba sempre cedendo aos pedidos do narcisista pois ele faz ela acreditar que tudo o que fazem sexualmente é para “apimentar ainda mais a relação”.

A vítima demora para descobrir que o narcisista é bissexual e que, muitas vezes, ao não conseguir um suprimento feminino, ele busca por um suprimento masculino mesmo o narcisista negando o interesse por pessoas do mesmo sexo (inclusive demonstrando bastante repúdio e preconceito por homossexuais).


Muitos narcisistas se escondem em relacionamentos heterossexuais por falta de coragem em se assumirem homossexuais ou bissexuais. Enquanto isso, o narcisista usa a vítima para praticar suas fantasias homossexuais sem se importar se a vítima gosta ou não, se sente dor ou não pois, para o narcisista, só importa a vontade e a satisfação dele - a vítima é apenas um objeto nas mãos desse monstro perverso.


  • A Manipulação e o Abuso:

O narcisista muitas vezes manipula a vítima, usando ameaças, chantagem emocional e comparações com relacionamentos anteriores. Isso pode fazer com que a vítima acredite que precisa ceder a esses desejos para manter o narcisista por perto. A vítima pode, erroneamente, pensar que não é competente como parceira se não satisfizer essas demandas.


  • A Descoberta e o Fim do Ciclo de Abuso:

Às vezes, as vítimas de relacionamentos narcisistas só percebem o abuso depois de saírem do ciclo. Elas podem compreender que foram forçadas a realizar atos indesejados, às vezes até mesmo em situações de dor e desconforto. O narcisista frequentemente age apenas para sua própria satisfação, ignorando o bem-estar da vítima.


  • A Complexidade da Sexualidade:

Além disso, é importante notar que a sexualidade é complexa e não se limita a orientações simples. Mesmo que o narcisista possa demonstrar repúdio por homossexuais, ele pode estar lidando com uma própria sexualidade confusa, que é expressa de maneira prejudicial.


  • A Fuga da Realidade:

Alguns narcisistas podem buscar relacionamentos heterossexuais como um escudo para não enfrentar sua própria sexualidade. Enquanto fazem isso, usam a vítima para satisfazer suas fantasias, muitas vezes sem levar em conta o consentimento, o conforto ou o bem-estar da vítima.


  • O Narcisista e a Fantasia Homosexual:

O narcisista é tão perverso que ele usa a vítima para realizar seus fetiches HOMOSSEXUAIS, pois não é capaz de ASSUMIR nem a sua opção sexual. As principais vítimas são sempre as do sexo feminino, chamadas de “Vítimas do Status”.

As “Vítimas do Status” são pessoas extremamente Empatas, Dependentes Emocionais e/ou pessoas com Baixa Auto Estima e que o Narcisista usa para admirá-lo, bajulá-lo e ajudá-lo a manter o “status” de homem de família íntegro, fiel e dedicado, coisa que ele jamais conseguirá ser por conta do Transtorno.

O narcisista obriga sistematicamente a vitima a fazer coisas (na cama) contra a vontade dela, apenas para humilhá-la e para preencher a sua necessidade HOMOSSEXUAL algo que o Narcisista mais teme que seja descoberto.


As dinâmicas de relacionamento com narcisistas são multifacetadas e complexas, envolvendo não apenas manipulação emocional, mas também manipulação sexual.

É importante para as vítimas reconhecerem esses padrões e buscar ajuda e apoio para sair desse ciclo de abuso. Relacionamentos saudáveis são baseados no respeito mútuo, comunicação e consentimento, elementos que muitas vezes estão ausentes nas relações com narcisistas.





23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A Dissimulação do Narcisista: A Arte da Mentira

O narcisista faz da mentira seu hobby favorito, e ele não poupa esforços para enganar a vítima e todos à sua volta. Para ele, suas próprias vontades e desejos estão acima de tudo, e ele não hesita em

A Ausência de Compreensão do Narcisista:

A empatia é a habilidade de compreender e compartilhar os sentimentos dos outros. Pessoas comuns utilizam a empatia para expressar o amor e o respeito que têm uns pelos outros. A empatia fortalece os

Cortando Contato com o Narcisista:

Cada briga e discussão com o narcisista faz a vítima se sentir pequena, solitária e vazia. Ao contrário de pessoas equilibradas psicologicamente, o narcisista nunca pede desculpas por tratar alguém de

Commentaires


bottom of page