top of page
  • Foto do escritorPsicólogo Flávio Torrecillas

A Eterna Insatisfeita (ou o Eterno Insatisfeito):

Vítimas de narcisistas são pessoas (mulheres e homens) intimamente insatisfeitas.

Os ideais narcisistas ensinam à vítima que sua identidade é baseada em sua aparência externa, ou seja, ela aprende que é definida pelo que faz e pelo que possui. O narcisista, ao enxergar todos através de seu próprio reflexo, considera a vítima vazia, como um corpo sem alma.


A vítima não é valorizada apenas por ser ela mesma, mas se torna alguém através de estímulos externos.

A vítima aprendeu que a realização pessoal só é possível de fora para dentro, por meio de pessoas e objetos com os quais se associa.

Para um narcisista, o valor de uma pessoa é confirmado por títulos acadêmicos, estado civil, empregos, condição financeira e posses pessoais. Um marido (ou esposa) elegante e bem-sucedido(a), filhos bonitos e inteligentes sorrindo em frente a uma casa imponente na zona nobre da cidade completam a visão narcisista de realização plena.

Não há lugar no mundo do narcisista para pessoas com um padrão mediano. Uma vítima vive para agradar seu parceiro narcisista - conscientemente ou não - e não poupa esforços para corresponder às expectativas dele(a). A promessa do amor eterno mantém a vítima focada em fazer o relacionamento "funcionar" e, como um trator desgovernado, ela passa por cima de seus próprios sentimentos em busca de aprovação. A vítima se esquece de seu amor por si mesma e pelos outros, prejudicando sua autoestima e arruinando relacionamentos com amigos e familiares. A dedicação da vítima é árdua, mas seus esforços nunca superam sua insegurança e insatisfação. Prisioneira de um idealismo irracional - o perfeccionismo - ela não consegue valorizar o que é seu, nem a si mesma.


A busca pela perfeição resulta em uma atividade exaustiva, pois quanto mais a vítima se esforça, mais complexa ela se torna. Como tudo o que sobe, invariavelmente, acaba descendo, após tantas tentativas para alcançar a excelência, a vítima acaba sempre se sentindo para baixo, exaurida e derrotada.

19 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page