top of page
  • Foto do escritorPsicólogo Flávio Torrecillas

Carta aberta: Clara, aquela que escolheu mal.

Oi Clara, hoje reservei um tempo para falar especialmente com você!


Clara sempre foi muito exigente, tudo para ela tinha que ser perfeito, tudo mesmo, até relacionamento!


Para Clara querer se relacionar com alguém, o requisito mínimo que ela exigia do outro era que ele fosse perfeito... E, a verdade, que todos conhecemos, é que ninguém é perfeito, todos nós somos falhos em algo.


E, imagine só, Clara errou! Ela que sempre buscou no outro a perfeição, acabou errando na escolha do seu parceiro.


De tanto escolher alguém que não tivesse defeitos, Clara escolheu, escolheu, escolheu que acabou escolhendo mal.


Clara, me escute! Não tem problema você ter errado, todos nós erramos! Somos humanos, somos falhos e estamos suscetíveis ao erro a todo instante.


Não se sinta mal por isso. Se perdoe, se ame, erre... Erre novamente! A vida é assim mesmo, erramos e acertamos e está tudo bem, mas, em hipótese alguma cobre do outro algo que ninguém pode ser: perfeito!


*Esta é apenas uma história fictícia baseada em leituras e reflexões.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page