top of page
  • Foto do escritorPsicólogo Flávio Torrecillas

A Busca Incansável por Satisfação: As Vítimas do Narcisismo

Mulheres e homens que se tornam vítimas de narcisistas muitas vezes carregam o fardo da insatisfação crônica.


O narcisismo ensina às vítimas que sua identidade está profundamente ligada a realizações externas, ou seja, elas aprendem que seu valor é definido por suas ações e posses.


Dentro desse universo narcisista, uma vítima pode ser percebida como um casulo vazio, alguém sem alma, cuja existência só é validada por estímulos externos. Assim, a vítima não é vista como uma pessoa completa em si mesma; ela é, em vez disso, uma folha em branco esperando para ser preenchida por eventos e relacionamentos externos.

A noção de autorrealização é invertida, e a vítima passa a acreditar que a satisfação pessoal só pode ser alcançada de fora para dentro, por meio de associações com pessoas e objetos.

Para o narcisista, o valor de uma pessoa é determinado por títulos acadêmicos, estado civil, sucesso profissional, situação financeira e bens materiais. Ter um cônjuge elegante e próspero, filhos bonitos e inteligentes posando diante de uma mansão em um bairro nobre representa a imagem perfeita de sucesso de acordo com a visão narcisista.

Dentro do mundo do narcisista, não há espaço para a mediocridade. Assim, a vítima constantemente se esforça para agradar ao seu parceiro narcisista, consciente ou inconscientemente, buscando corresponder às expectativas estabelecidas por ele. A promessa do amor eterno mantém a vítima focada em fazer o relacionamento "funcionar", levando-a a ignorar seus próprios sentimentos em busca de aprovação.

Nesse processo, a vítima frequentemente esquece seu amor próprio e negligencia seus relacionamentos com amigos e familiares. Ela se dedica de maneira incansável, mas seus esforços raramente conseguem preencher o vazio de insegurança e insatisfação.

Cativa por um ideal irracional de perfeição, o perfeccionismo, a vítima se esquece de valorizar o que é genuinamente seu, incluindo sua autoestima. Essa busca incessante pela perfeição se torna exaustiva, pois quanto mais a vítima se esforça, mais complexa ela se torna.


No final, todo o árduo trabalho resulta em cansaço, pois, assim como tudo que sobe, eventualmente cai, a busca implacável por perfeição faz com que a vítima se sinta derrotada e exaurida. A verdadeira autoestima e contentamento são frequentemente sacrificados no altar do narcisismo, levando a uma busca interminável por algo que nunca pode ser alcançado.

Esse ciclo vicioso de tentativas intermináveis de busca da perfeição deixa a vítima em constante desgaste emocional. A sua autoestima e autoaceitação são corroídas, tornando-se reféns das demandas irracionais do narcisista.


Ao perseguir esse ideal inatingível, a vítima ignora o amor próprio, sacrificando a própria felicidade para manter o equilíbrio frágil e volátil do relacionamento com o narcisista.

O perfeccionismo e a constante necessidade de corresponder às expectativas do narcisista levam a uma jornada de autoexigência que nunca chega ao fim.


Quanto mais a vítima se esforça, mais ela se sente sobrecarregada e pressionada. A busca incessante por uma validação que nunca chega deixa a vítima emocionalmente exausta e psicologicamente desgastada.


A percepção da própria valia está totalmente vinculada à aprovação do narcisista, e qualquer fracasso em atender a essas expectativas é recebido com culpa e autocrítica. A vítima se torna prisioneira de um ciclo de insatisfação e desespero, procurando incansavelmente o amor e a aprovação que parecem inatingíveis.


Para superar esse padrão de codependência e insatisfação crônica, é crucial que a vítima reconheça e aceite sua condição. A conscientização é o primeiro passo em direção à cura. A vítima deve aprender a valorizar a si mesma independentemente da aprovação externa e romper os grilhões do narcisista. Em última análise, a verdadeira realização pessoal só pode ser encontrada quando se começa a amar e aceitar a si mesmo, longe das sombras opressivas do narcisismo.


22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Como evitar a entrada de um narcisista na sua vida?

Tudo começa com a sedução e o encantamento, geralmente, a porta de entrada para um narcisista será a identificação de suas necessidades emocionais. Essas necessidades podem abranger várias áreas, tais

Comments


bottom of page